Exposição de Carnaval junta sustentabilidade na indústria e resgate das habilidades manuais de jovens perdidas com a chegada da era digital

 

Gilson e os sete alunos de design da PUC que tiveram o desafio de criar telas com o tema Carnaval no Rio, utilizando sobras e retalhos da produção das suas bolsas.

 

 

Rio, Qual é a sua fantasia?

Foi com essa pergunta que o designer Gilson Martins inaugurou neste sábado dia 16, uma exposição na sua nova galeria de arte que fica no interior de sua loja em Copacabana, Posto 5.

A mostra foi criada através de uma oficina com sete de alunos de design da PUC que tiveram o desafio de criar telas com o tema Carnaval no Rio, utilizando sobras e retalhos da produção das suas bolsas.

 

 

A loja de Copacabana Posto 5 estava lotada na tarde de sábado com um toque de festinha de pré-carnaval

 

O resultado trouxe obras em 21 trabalhos super coloridos, delicados e cheios de conceito representados por fantasias, instrumentos, costumes e a alegria do Carnaval carioca.

O coquetel apoiado pela Cerveja Devassa, Redbull e cachaça Magnífica lotou a loja na tarde de sábado com um toque de festinha de pré-carnaval.

 

Além dos convidados dos estudantes da PUC, Gilson recebeu vários amigos representantes do corpo consular carioca.

As cônsules Geral do Canadá Evelyne Coulombe, Santa Rivera da República Dominicana e Sissel Hodne da Noruega passaram por lá e ficaram surpresas de ver arte criada com sobras de material industrial.

 

 

 

Outros convidados como o Diretor geral do Hotel Sofitel, Philippe Siègle, e o executivo da empresa francesa Varilux, Filippo Stacchini, se impressionaram com tanta criatividade.

 

 

O aluno Lucas Gutierres já saiu na frente e teve a sua obra comprada por uma cliente de Gilson. Ela viajou na fantasia encantada com as representações do artista com o olho, o ouvido e a língua que sentem toda a intensidade da festa da folia.

 

Mas feliz mesmo estava a artista plástica Denise Bébert que foi lançada por Gilson há 7 anos atrás em sua galeria na loja de Ipanema. Ela adquiriu um dos três Palhaços Bate-bola que o designer criou especialmente para a mostra, utilizando várias técnicas desenvolvidas com seu próprio lixo para complementar o conceito da exposição

 

Os setes alunos de design da PUC e suas obras

 

 

Muitos convidados já estão interessados em participar de novas oficinas organizadas por Gilson. Esse projeto tem o objetivo de conscientizar industrias a aproveitar seus descartes na produção de novos produtos, objetos e artes em geral. E também exercitar as habilidades manuais criativas de jovens que estão sendo perdidas com a era digital.

 

 

A mostra está em cartaz até o dia 30 de março na Galeria Gilson Martins Posto 5

Av. Nossa Senhora de Copacabana, 995

Segunda a sábado - 10h às 19h

 

 Fotos: Reginaldo Fotos / Patrick Gomes